O Quê

O EUSTEPs tem como objetivo educar os estudantes universitários europeus e a comunidade académica em geral sobre a complexidade da sustentabilidade e a sua natureza interdisciplinar de uma forma colaborativa e cativante.

Além disso, o seu objetivo é avaliar e apoiar a redução do impacto ambiental das Instituições de Ensino Superior (IES) da UE através de uma abordagem experimental baseada numa aplicação inovadora da Pegada Ecológica.

O EUSTEPs é um projeto de três anos financiado pelo programa ERASMUS+.

DESCARREGAR A BROCHURA

O Quê

O EUSTEPs tem como objetivo educar os estudantes universitários europeus e a comunidade académica em geral sobre a complexidade da sustentabilidade e a sua natureza interdisciplinar de uma forma colaborativa e cativante.

Além disso, o seu objetivo é avaliar e apoiar a redução do impacto ambiental das Instituições de Ensino Superior (IES) da UE através de uma abordagem experimental baseada numa aplicação inovadora da Pegada Ecológica.

O EUSTEPs é um projeto de três anos financiado pelo programa ERASMUS+.

Porquê

Um número crescente de estudos recentes aponta para o papel que os seres humanos têm tido na alteração da dinâmica do planeta, e que continuarão a ter se as tendências socioeconómicas insustentáveis não forem invertidas. Daí a necessidade urgente de uma educação que facilite a ligação entre conhecimento-consciência-ação.

Porquê

Um número crescente de estudos recentes aponta para o papel que os seres humanos têm tido na alteração da dinâmica do planeta, e que continuarão a ter se as tendências socioeconómicas insustentáveis não forem invertidas. Daí a necessidade urgente de uma educação que facilite a ligação entre conhecimento-consciência-ação.

O papel fundamental da educação para o desenvolvimento sustentável

Desde a Conferência de Estocolmo das Nações Unidas de 1972, a educação tem sido reconhecida como fundamental para promover a proteção ambiental e ganhou um papel central na facilitação da transição para um mundo sustentável.

A Agenda 21 apelou a uma reorientação da educação para o desenvolvimento sustentável, enquanto a UNESCO lançou a Década da Educação para o Desenvolvimento Sustentável 2005-2014 e o Programa de Ação Global sobre Educação para o Desenvolvimento Sustentável.

Com a adoção da Agenda 2030 das Nações Unidas em 2015, a educação foi associada a 16 dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e a educação equitativa para o desenvolvimento sustentável tornou-se uma meta central do ODS4 para “garantir que todos os estudantes adquiram os conhecimentos e competências necessários para promover o desenvolvimento sustentável”.

O papel fundamental da educação para o desenvolvimento sustentável

Desde a Conferência de Estocolmo das Nações Unidas de 1972, a educação tem sido reconhecida como fundamental para promover a proteção ambiental e ganhou um papel central na facilitação da transição para um mundo sustentável.

A Agenda 21 apelou a uma reorientação da educação para o desenvolvimento sustentável, enquanto a UNESCO lançou a Década da Educação para o Desenvolvimento Sustentável 2005-2014 e o Programa de Ação Global sobre Educação para o Desenvolvimento Sustentável.

Com a adoção da Agenda 2030 das Nações Unidas em 2015, a educação foi associada a 16 dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e a educação equitativa para o desenvolvimento sustentável tornou-se uma meta central do ODS4 para “garantir que todos os estudantes adquiram os conhecimentos e competências necessários para promover o desenvolvimento sustentável”.

A emergência da Pegada Ecológica como instrumento para a sustentabilidade

Com base em dados da ONU, a Pegada Ecológica mede, por um lado, a procura da humanidade por recursos naturais e, por outro, a capacidade dos ecossistemas do planeta para renovar os recursos naturais. Concebida no início da década de 1990, a Pegada Ecológica tornou-se, desde então, um instrumento muito popular utilizado em vários contextos (desde a educação à elaboração de políticas) e em múltiplos níveis geográficos. A sua aplicação mais popular é a Calculadora da Pegada, que todos podem utilizar para medir a sua Pegada Ecológica pessoal (www.footprintcalculator.org).

O EUSTEPs propõe alargar a utilização que a Comissão Europeia (CE) já está a fazer da Pegada Ecológica no âmbito da Estratégia UE 2020 em matéria de Biodiversidade, a fim de integrar este instrumento no sistema de ensino superior da UE, através da sua aplicação a nível universitário.

A emergência da Pegada Ecológica como instrumento para a sustentabilidade

Com base em dados da ONU, a Pegada Ecológica mede, por um lado, a procura da humanidade por recursos naturais e, por outro, a capacidade dos ecossistemas do planeta para renovar os recursos naturais. Concebida no início da década de 1990, a Pegada Ecológica tornou-se, desde então, um instrumento muito popular utilizado em vários contextos (desde a educação à elaboração de políticas) e em múltiplos níveis geográficos. A sua aplicação mais popular é a Calculadora da Pegada, que todos podem utilizar para medir a sua Pegada Ecológica pessoal (www.footprintcalculator.org).

O EUSTEPs propõe alargar a utilização que a Comissão Europeia (CE) já está a fazer da Pegada Ecológica no âmbito da Estratégia UE 2020 em matéria de Biodiversidade, a fim de integrar este instrumento no sistema de ensino superior da UE, através da sua aplicação a nível universitário.

Como

O EUSTEPs interliga conhecimento conceptual dos princípios ambientais, económicos e sociais de sustentabilidade, com ferramentas digitais e práticas inovadoras de ensino e aprendizagem.

Os principais resultados do projeto EUSTEPs são:

Plataforma de e-learning e Calculadora de Pegada Ecológica de uma Universidade

Como

O EUSTEPs interliga conhecimento conceptual dos princípios ambientais, económicos e sociais de sustentabilidade, com ferramentas digitais e práticas inovadoras de ensino e aprendizagem.

Os principais resultados do projeto EUSTEPs são:

Plataforma de e-learning e Calculadora de Pegada Ecológica de uma Universidade

Plataforma de E-Learning

Um conjunto de módulos de ensino da sustentabilidade e um MOOC personalizado para os quatro grupos-alvo da comunidade académica (estudantes, docentes, não docentes, órgãos de gestão), que pretendem ser interativos, inovadores e aplicáveis a nível europeu e não só, contribuindo assim para o ODS4.

Plataforma de E-Learning

Um conjunto de módulos de ensino da sustentabilidade e um MOOC personalizado para os quatro grupos-alvo da comunidade académica (estudantes, docentes, não docentes, órgãos de gestão), que pretendem ser interativos, inovadores e aplicáveis a nível europeu e não só, contribuindo assim para o ODS4.

Calculadora de Pegada Ecológica de uma Universidade

Co-desenvolvido pela comunidade académica (docentes, investigadores, estudantes de doutoramento, pessoal administrativo e de gestão) e por representantes de ONGs através de um processo participativo. Esta ferramenta, disponível em 2021, permitirá aos utilizadores identificar os fatores de insustentabilidade de uma Universidade e iniciar o processo necessário para reduzir o impacto das IES (e dos espaços de trabalho), contribuindo assim para os ODS 11, 12 e 13.

Calculadora de Pegada Ecológica de uma Universidade

Co-desenvolvido pela comunidade académica (docentes, investigadores, estudantes de doutoramento, pessoal administrativo e de gestão) e por representantes de ONGs através de um processo participativo. Esta ferramenta, disponível em 2021, permitirá aos utilizadores identificar os fatores de insustentabilidade de uma Universidade e iniciar o processo necessário para reduzir o impacto das IES (e dos espaços de trabalho), contribuindo assim para os ODS 11, 12 e 13.

Objetivo

O EUSTEPs pretende tornar-se numa referência para o ensino e a para a prática da sustentabilidade nas IES. A ambição do projeto é estabelecer as bases para uma abordagem experimental inovadora que possa ser divulgada e ampliada a nível europeu – com vista a abrir a plataforma a ser criada a todas as IES do mundo.

Em última análise, o projeto contribuirá para criar uma nova geração de cidadãos e profissionais preocupados com a sustentabilidade, que receberão formação para avaliar e analisar fatores de impacto na sustentabilidade das IES, com o uso de ferramentas digitais específicas, introduzindo assim uma nova e necessária experiência profissional na sociedade.

Objetivo

O EUSTEPs pretende tornar-se numa referência para o ensino e a para a prática da sustentabilidade nas IES. A ambição do projeto é estabelecer as bases para uma abordagem experimental inovadora que possa ser divulgada e ampliada a nível europeu – com vista a abrir a plataforma a ser criada a todas as IES do mundo.

Em última análise, o projeto contribuirá para criar uma nova geração de cidadãos e profissionais preocupados com a sustentabilidade, que receberão formação para avaliar e analisar fatores de impacto na sustentabilidade das IES, com o uso de ferramentas digitais específicas, introduzindo assim uma nova e necessária experiência profissional na sociedade.

Timeline

2019
Novembro

Arranque do projeto

Os parceiros reuniram-se para o lançamento do projeto